Loading...
Menu

LAVRAR O MAR

Lavrar o Mar - as artes no alto da serra e na costa vicentina, é um projecto artístico e cultural criado em 2016 pela Cooperativa LAVRAR O MAR financiado pelo programa 365 Algarve, pela Direcção Gerald as Artes, pelo programa Crescalgarve 2020 e pelos municípios de Aljezur e de Monchique que abrange a região sudoeste portuguesa do Algarve.
A Costa Vicentina é um parque natural com 110 km de extensão, possuindo uma paisagem única repleta de montanhas, florestas de pinheiros e sobreiros, campos agrícolas, falésias e o oceano. A diversidade da fauna e flora e a preservação da natureza são uma das principais preocupações das populações locais.
Lavrar o Mar promove as artes performativas contemporâneas: dança, música, teatro performance e novo circo, convidando companhias europeias e nacionais a apresentar obras que estão a circular pela Europa e Portugal e que de alguma forma, estão ligadas aos temas do nosso pensamento artístico. Não existem teatros neste território, mas respira-se um ambiente natural deslumbrante. O nosso programa convida artistas e públicos a experimentar a transformação dos ambientes naturais em espaços de apresentação artística. Esses espaços naturais de actuação informam as obras de arte de forma a que o resultado seja muito singular, uma mistura entre arte e natureza, onde a luz, os cheiros, a ruralidade e a vida do mar, resultam em experiências estéticas e sensoriais que se centram em assuntos como o fogo, o ar, a água e a terra. Procuramos locais menos conhecidos, tanto em terra como em ambientes aquáticos, como praias, portos de pesca, falésias altas e vistas deslumbrantes sobre o imenso Oceano Atlântico. Desde os tempos antigos, as pessoas que aqui vivem, trabalharam tanto a terra como o mar. Quando o mar não permite, elas voltam-se para a terra, arando e semeando.
Focamo-nos nesta dualidade e trabalhamos as artes do espectáculo, com o objectivo de envolver as populações locais portuguesas e estrangeiras, bem como muitos viajantes que agora descobrem esta região também através das artes. O programa que desenvolvemos desde 2016 foi implementado em dois concelhos, um que tem o Oceano Atlântico como força maior: Aljezur; e o outro em plena serra: Monchique, a cerca de 900 metros de altitude acima do nível do mar.

No que diz respeito ao trabalho que realizamos, este tem duas dimensões: uma que é composta por residências onde os artistas estudam as culturas locais das tradições rurais e da água, identificando aspectos que desejam investigar para depois os transformarem artisticamente; e o outro que consiste em convidar espectáculos que de alguma forma estão ligados às temáticas do projecto.

Com este triângulo: arte, cultura e natureza, conseguimos desencadear nos últimos três anos, uma dinâmica cultural nova e que se vem enraizando no território através da realização regular de experiências artísticas únicas, que se constituem numa programação em época baixa e que ilumina com um outro tom, o outono, o inverno e a primavera desta costa e desta serra.

QUEM SOMOS

LA LAVRAR O MAR Cooperativa Cultural CRL. foi fundada em 2014 com o nome de COSANOSTRA Cooperativa Cultural, que entretanto se veio a alterar para o seu nome actual. A sua missão centra-se no desenvolvimento de projectos artísticos e culturais em Portugal.
Focamo-nos na prática das artes performativas contemporâneas e no modo como estas se relacionam com os diferentes contextos sociais, territórios e realidades culturais. Os nossos programas culturais assumem diferentes formas, dimensões e durações. A cooperativa tem trabalhado maioritariamente em Portugal, mas também na Austrália, em Itália e Cabo Verde.

O objecto da nossa actividade pode ser resumido por:
  • Criações artísticas e produções em teatro, dança, música, novo circo, estabelecendo-se muitas vezes pontes interdisciplinares;
  • Pesquisa nas artes performativas;
  • Programação cultural;
  • Edição de música e literatura;
  • Direcção artística de festivais, temporadas de teatro e diversos programas culturais;
  • Desenvolvimento de conceitos e implementação de projectos comunitários artístico-educativos.
Neste momento, o nosso trabalho foca-se numa zona rural, com baixa densidade populacional, no sudoeste de Portugal, em Aljezur, Monchique, Odemira e Santiago do Cacém. O objectivo é assegurar uma actividade cultural de alta qualidade, que age em profundidade, de modo a desenvolver uma dinâmica cultural regular e a longo prazo.
Trabalhamos com uma jovem equipa de profissionais que quiseram deixar os seus estilos de vida urbanos para vir trabalhar na construção desta iniciativa. Giacomo Scalisi e Madalena Victorino são os directores artísticos da cooperativa LAVRAR O MAR.

PROJECTOS

Lavrar o Mar – projecto de programação artística transdisciplinar nos concelhos de Aljezur e de Monchique;
Lavrar o Mira e a Lagoa – projecto de programação artística transdisciplinar nos concelhos de Santiago do Cacém e de Odemira;
Bowing – projecto artístico de integração de emigrantes do concelho de Odemira social e economicamente desfavorecidos por via de laboratórios performativos;
Miragem - programa artístico-pedagógico para as escolas do concelho de Odemira;
Touro Azul – programa turístico-cultural de 16 passeios entre Santiago do Cacém e Sagres fortemente ligados à cultura local e aos seus habitantes.

O QUE ALCANÇÁMOS

Estruturou-se esta programação em torno do binómio artes do espectáculo e cultura local, com o objectivo de envolver não somente populações locais de todas as idades, portuguesas e estrangeiras, como também viajantes e turistas, que ao chegar a este território, descobrem a cultura deste lugar através das artes, da sua pesquisa e prática, vendo a concretização dos projectos acontecer em plena natureza ou em espaços edificados, referenciais de uma cultura rural forte e identitária desta região.
Neste Algarve mais desertificado, longe das praias com grande afluência turística, temos vindo a contribuir para um fluxo de pessoas que chega atraído pelos nossos espectáculos e pela programação que apresentamos. Tendo como valor, desencadear uma dinâmica de fruição e experiência artística de grande qualidade e acessível a todos sem excepção, encontramo-nos agora no 4º ciclo de trabalho com o objectivo de que a acção já iniciada, testada e desenvolvida se possa sedimentar, consolidar e aprofundar de forma estruturada e duradoura para o futuro.

O QUE QUEREMOS ALCANÇAR

Aprofundar o envolvimento de artistas com pessoas que vivem na região e a oportunidade do público conhecer aspectos menos óbvios da cultura local através de encontros significativos com as artes performativas.
Queremos prosseguir com esta programação que responde aos desafios deste programa: dinamizar local e transversalmente para atrair quem chega a visitar esta região através de uma programação artística que só aqui acontece, porque surge numa paisagem única, feita com as pessoas que a habitam e a esculpem quotidianamente.
Através da programação artística, procuramos promover o pensamento crítico e a reflexão colectiva dos grandes assuntos da actualidade, oferecendo ao público que nos visita novas visões e novas propostas para enfrentarmos os desafios do presente e do futuro, de Portugal e do mundo.

ALJEZUR E MONCHIQUE

LAVRAR O MAR é um projecto Lavrar o Mar - Cooperativa Cultural CRL

EQUIPA E COLABORADORES

Direcção Artística e Programação
Giacomo Scalisi, Madalena Victorino

Direcção Técnica e de Produção
Joaquim Madaíl

Gestão Financeira
Sandra Correia

Gestão Administrativa
Raquel Oliveira

Consultoria Artística e Produção no Terreno
Rémi Gallet

Comunicação
Vasco Almeida

Estagiários
Matilde Real, Mário Rui Filipe, Carolina Reis, Marta Luz

Tradução Inglês
Keeley Cheston

Fotografia
João Mariano

Vídeo
Diogo Grilo

Design
1000olhos

CO-FINANCIADO POR

FINANCIADO POR

APOIO

HOTÉIS PARCEIROS

APOIO À COMUNICAÇÃO