Loading...

20 Jan 2024 — Odemira     27 Jan 2024 — Lisboa

Bowing Doc
Lançamento da plataforma digital

Website · Arte · Migração — M/6+

Três anos depois de BOWING, chega agora BOWING DOC. Um website especialmente criado para contar a história deste projecto artístico de integração e inclusão social, fazendo-a virar-se para o futuro e transformar-se numa ferramenta de trabalho para todos os interessados na temática da Arte e Migração. Esta plataforma digital, construída com a orientação da Fundação Calouste Gulbenkian, será apresentada em duas sessões públicas performativas que contarão com a presença de toda a equipa que a compôs e construiu, nomeadamente, um grupo de participantes asiáticos, adultos e jovens, que falarão sobre o seu envolvimento no projecto.

Além da apresentação de natureza técnica para que o público presente possa começar a sua navegação no website, entrando no seu interior, na sua componente mais festiva, muitos filmes e imagens disponíveis online serão projectados e postos em contexto, mostrando o que foi alcançado artisticamente. Músicas e canções ao vivo, criadas para os espectáculos, surgirão entre o público, assim como um número de propostas para participar in loco como se estivéssemos a viver de novo, e em directo, o próprio projecto.

BOWING foi um projecto de integração e inclusão social através da arte que contou com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação “la Caixa” e Câmara Municipal de Odemira. Ao longo dos três anos de duração (2021, 2022, 2023) do projecto, uma equipa nuclear coordenada por Madalena Victorino, em colaboração estreita com Matilde Real e Inês Melo Sousa, tomou o território de Odemira como contexto para uma pesquisa em torno do poder transformador da arte na senda da integração e da inclusão de migrantes asiáticos a trabalhar nas empresas de agricultura intensiva, as conhecidas estufas. A equipa trabalhou com mais de duas centenas de migrantes numa relação prolongada e profunda, tentando através do mecanismo do laboratório, combinar a criação de laços de confiança com uma progressiva autonomia. As linguagens privilegiadas foram a dança, a música e a palavra. Criaram-se regularmente laboratórios nas escolas, nas estufas e em espaços como a Junta de Freguesia de São Teotónio e o Mercado Municipal de Odemira para pôr em jogo propostas de arte participativa que contribuíam para a decifração e tradução do local e cultura onde todos os migrantes se encontram. 2023 foi o ano de análise e projecção do que foi feito, um exercício do qual resultou a criação desta plataforma digital chamada BOWING DOC.

/ ficha artística

/Direcção e Cordenação Madalena Victorino

/Co-criação e construção Inês Melo Sousa e Matilde Real   /Designer gráfico do website José Costa Torres   /Programador do website João Colucas   /Mediador intercultural Rajendra Shiwakoti   /Músico e professor Inderjeet Singh   /Participante no projecto BOWING DOC Prashant Khatri   /Participante no BOWING Hands-On Lovepreet Singh   /Estudantes e participantes Nusaiba Taima Nur, Sushant Adhikari, Arshpreet Kaur, Daniel Wang e Laxmi Khadka   /Músicos Marc Plannels e Pedro Salvador

/Produção Lavrar o Mar

/Apoio




Odemira – Cineteatro Camacho Costa
20 jan 2024 (sáb) – 18h00
Lisboa – Fundação Calouste Gulbenkian
27 jan 2024 (sáb) – 14h30
Duração
2 h 00 aprox.
Classificação Etária
M/6+
Bilhetes
Entrada Gratuita